Restaurante

Restaurante

1821, do francês restaurant, particípio presente de restaurer “restaurar”.

Em 1756, um homem de nome Boulanger, também conhecido como “Champ d’Oiseaux” ou “Chantoiseau”, abria uma loja perto do Louvre, onde vendia restaurants ou bouillons restaurants — caldos de carne com os quais se restaurava a energia de uma pessoa. Desde a Idade Média que o termo restaurant tem sido usado para referir qualquer variedade de cozidos feitos com galinha, bifes, raízes, cebolas, ervas, e, de acordo com algumas receitas, especiarias, açúcar cristalizado, pão tostado, manteiga, cevada, e ingredientes exóticos como pétalas de rosas secas, damasco e âmbar. De forma a atrair clientes para a sua loja, Boulanger teria escrito na janela da loja um excerto dos envangelhos: “Venite ad me omnes qui stomacho laboratis et ego vos restaurabo”. Não satisfeito em vender apenas caldos, servia ainda perna de borrego com molho branco, criando um conflito com o monopólio dos fornecedores locais.
Tradução livre. Retirado de http://www.etymonline.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s